Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
18/06/2018 | 10:37 - Internacional / Ciência

Ciência . 'Chuva' de polvos, lulas e camarões assusta moradores no leste da China

Divulgação

Exemplos recentes do fenômeno incluem um incidente que ocorreu no ano passado no México, quando “choveram” peixes na cidade de Tampico. Em 2008, o evento também aconteceu na cidade de Kerala, na Índia. Vale mencionar que os especialistas confirmaram a veracidade das fotos que circulam na web, mas pediram que os usuários fiquem atentos, já muitos registros falsos também estão sendo publicados.

 

Imagens impressionantes dos animais marinhos caídos em vidros de carros, calçadas, além de placas de sinalização e árvores derrubadas pelas cidades evidenciaram a potência da tão comentada “ chuva de polvos ”. Informações do Daily Mail apontaram que a província de Shandong foi a mais afetada pela recente temporada de fortes tempestades.

Segundo o serviço meteorológico chinês, as velocidades dos ventos ocasionadas por furacões estabeleceram um novo recorde histórico no mês de junho. Por causa disso, os chineses também enfrentaram chuvas de granizo gigante, as quais causaram enormes prejuízos.

A Agência Nacional de Meteorologia da China explicou que, embora as imagens possam parecer improváveis, os peixes podem sim ser sugados do mar por ventos fortes que causam tornados e formam as intituladas ‘trombas d'água’. Os animais retirados da maré geralmente são arremessados a centenas de quilômetros pelo ‘jato’ potente de água e vento.

Exemplos recentes do fenômeno incluem um incidente que ocorreu no ano passado no México, quando “choveram” peixes na cidade de Tampico. Em 2008, o evento também aconteceu na cidade de Kerala, na Índia.

Vale mencionar que os especialistas confirmaram a veracidade das fotos que circulam na web, mas pediram que os usuários fiquem atentos, já muitos registros falsos também estão sendo publicados.
 

“É comum que os tornados transportem a vida marinha a centenas de quilômetros de seus habitats. Em 2010, por exemplo, a " chuva de polvos ” assolou os residentes de Lajamanu, que muito provavelmente foi causado por um tornado”, concluiu a equipe.

Ùltimo Segundo

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença