Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
10/05/2016 | 19:50 - Brasil / Meio Ambiente

FECONATI- Feira Internacional da Construção Sustentável em 2016 Acontece na Semana do Meio Ambiente

Divulgação/Feconati

utra importante palestra que acontecerá na fera será com Guilherme Korte, Presidente da Associação de Produtores de Bambu (Aprobambu), que falará sobre o bambu como um novo e rentável negócio sustentável. A fibra do Bambu tem alto valor agregado porque serve para vários processos construtivos, criação de móveis e objetos substituindo a madeira, é uma fonte de energia biomassa e também usado como tratamentos, já que é um poderoso antioxidante e possui propriedades medicinais, muito usado em países do Extremo Oriente como China, Japão e Coreia.

E por que não falar de Sustentabilidade na Semana do Meio Ambiente? Considerando que a Segunda Edição da Feconati foi um sucesso em 2015, a organização da feira decidiu realizá-la em junho fazendo parte do calendário das comemorações de conscientização que acontecem em todo país e em todo mundo em virtude do Dia Mundial do Meio Ambiente – 05 de junho. Sendo assim a edição de 2016 será realizada entre os dias 01 a 04 de junho, na Estação Atibaia, no interior de  São Paulo, espaço totalmente integrado a natureza, saindo do circuito de pavilhões fechados em grandes cidades.

 A proposta da Feconati- Feira Internacional da Construção Sustentável que chega a sua terceira edição é apresentar soluções que minimizem os impactos na natureza, sendo um canal inovador que aposta e proporciona espaços para as empresas deste setor apresentarem seus produtos ao seu publico alvo e de interesse: construtores, engenheiros e arquitetos.

 Entre as propostas da feira este ano é a apresentar produtos que não só colaboram para minimizar os impactos na natureza, mas contribuam para a melhoria na qualidade vida e a Planeta Acessível, do grupo Plastem é uma dessas empresas que trará para Feconati sua gama de produtos acessíveis e customizados usados na construção cível como piso tátil, comunicação em braile e outras novidades.

 Esta edição apresentará produtos que economizam energia, materiais alternativos para construção civil como o processo construtivo e uso do bambu em edificações e mobiliário, módulos de captação de água pluvial, soluções na geração de energia renováveis, entre outros.

 Estima-se que mais de 50% dos resíduos sólidos sejam gerados pelo conjunto das atividades humanas e principalmente provenientes da construção e para diminuir os resíduos sólidos produzidos pela construção civil, o professor do Mackenzie, Celso Luchezzi estará palestrando na Feconati sobre a gestão de resíduos na Construção Civil e como diminuir custos com a destinação de materiais. A organização e o armazenamento de materiais são fatores importantes que contribuem para evitar perdas dos materiais novos e que virarão descarte se não armazenados e movimentados corretamente. “As empresas que trabalharem na questão ambiental podem explorar isso como benefício para o Marketing e para uma certificação LEED e ao trabalharem fazendo sua gestão de resíduos estarão contribuindo para essa certificação”, afirma Luchezzi

 Outra importante palestra que acontecerá na fera será com Guilherme Korte, Presidente da Associação de Produtores de Bambu (Aprobambu), que falará sobre o bambu como um novo e rentável negócio sustentável. A fibra do Bambu tem alto valor agregado porque serve para vários processos construtivos, criação de móveis e objetos substituindo a madeira, é uma fonte de energia biomassa e também usado como tratamentos, já que é um poderoso antioxidante e possui propriedades medicinais, muito usado em países do Extremo Oriente como China, Japão e Coreia.

 Segundo Guilherme Korte há um projeto junto com o Governo do Estado de S. Paulo que fomenta o plantio do bambu nas margens de rios e lagos estradas por sua capacidade de recuperar áreas degradadas.

 Já a palestra sobre a “Em Busca da Eficiência Energética” com Otávio Simões abordará o apelo econômico na busca de novas fontes de energias e saber gerir quais opções é a melhor ou a sua combinação e principalmente, quais as mudanças de processos que serão necessários para essa implantação. O cenário atual, no Brasil e no Mundo, trouxe a luz a necessidade de uma otimização no uso de insumos energéticos. Segundo Simões, ainda há muitos investimentos a se fazer no Brasil “Diferentemente de outros países, onde a questão energética é tratada como um insumo ou investimento, no Brasil ainda estamos com poucos ou quase nenhum incentivo fiscal. O grande incentivo é a manutenção da competividade, onde a redução de custos de consumo, deve ser tratada como um investimento real e definitivo”, afirma

 

Outra presença marcante na Feconati será o ITEC – Instituto Tecnológico da Construção Civil, especializado em laboratórios com ensaios de acordo com as normas técnicas vigentes. Durante o evento estarão apresentando o laboratório que estão instalando em Atibaia, uma construção totalmente sustentável, que será muito importante para a cidade no setor da construção civil.

 

Tendências: Arquitetura Verde e Bioarquitetura

 

As tendências atuais em relação ao tema da construção sustentável caminham em duas direções. De um lado, centros de pesquisa em tecnologias alternativas pregam o resgate de materiais e tecnologias vernáculas com o uso da terra crua, da palha, da pedra, do bambu, entre outros materiais naturais e pouco processados a serem organizados em ecovilas e comunidades alternativas é a chamada Bioarquitetura, apresentada na Feconati. Na outra via, empresários apostam em "empreendimentos verdes", com as certificações, tanto no âmbito da edificação quanto no âmbito do urbano.

 

A tendência é aumentar a cada ano, já que se sabe que investir em construções sustentáveis aumenta o bem estar, o conforto e a produtividade, além de melhorar as condições do Meio Ambiente e evitar desperdícios de recursos naturais. Atualmente são investidos no Brasil cerca de R$ 13 bilhões em construção verde e investir em sustentabilidade é agregar valor ao empreendimento e diminuir o custo operacional tendo o retorno do investimento de seis meses a um ano. Os benefícios em investir em construção verde é reduzir no consumo de água e energia, custo operacional mais baixo, benefícios para o Meio Ambiente, benefícios para a saúde e para os setores corporativos.

 Serviço:

Terceira Edição FECONATI – Feira Internacional da Construção Sustentável

Data: 01 a 04 de junho de 2016 | Horário: Das 10h às 20h

Local: Estação Atibaia

Endereço: Avenida Jerônimo de Camargo, 6308 - Atibaia - SP, 12944-000(próximo a rod. Fernão Dias, atrás do Hotel Bourbon)

A Entrada para A FECONATI é gratuita basta realizar o credenciamento diretamente no site.

Fonte: www.feconati.com.br

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença