Assembleia Legislativa do Amazonas Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Economia Educação Energia Esporte Eventos Meio Ambiente
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
29/04/2018 | 23:41 - Internacional / Mundo

Mundo. Pyongyang fechará centro nuclear em maio, diz Coreia do Sul

Reuters

De acordo com comunicado da Casa Azul, presidência da Coreia do Sul, Pyongyang propôs que a desativação do centro aconteça publicamente e seja acompanhada também por especialistas e pela imprensa. "Alguns dizem que estamos fechando instalações que são inúteis, mas verão que estão em muito boas condições", disse Kim ao presidente sul-coreano, informou Yoon Young-chan, porta-voz de Moon.

 

Coreia do Sul informou neste domingo (29) que o governo norte-coreano vai realizar no mês de maio um "desmantelamento público" de sua base de testes de armas nucleares em Punggye-ri.

A medida será tomada em decorrência do acordo de desnuclearização assumido durante a reunião histórica entre o ditador Kim Jong-un e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, na última sexta-feira (27).

De acordo com comunicado da Casa Azul, presidência da Coreia do Sul, Pyongyang propôs que a desativação do centro aconteça publicamente e seja acompanhada também por especialistas e pela imprensa.

"Alguns dizem que estamos fechando instalações que são inúteis, mas verão que estão em muito boas condições", disse Kim ao presidente sul-coreano, informou Yoon Young-chan, porta-voz de Moon.

Além disso, o governo de Seul revelou que durante o encontro Kim disse que não é "o tipo de pessoa que dispara armas nucleares".

"Embora tenha minhas reservas com Washington, as pessoas verão que não sou o tipo de pessoa que dispara armas nucleares para a Coreia do Sul, o [Oceano] Pacífico ou os Estados Unidos", disse o ditador.

A fim de esfriar definitivamente as tensões e abrir um novo capítulo nas relações, a próxima cúpula, que acontecerá entre Kim e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se torna crucial para um acordo de paz.

"Se realizarmos reuniões frequentes, gerarmos confiança aos Estados Unidos e recebermos promessas para a declaração do fim da guerra e de um tratado de não-agressão, então por que precisaríamos viver em dificuldades para conservar nossas armas nucleares?", teria acrescentado o líder norte-coreano Em entrevista à ABC, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, disse que Kim está pronto para estabelecer um plano de desnuclearização para os Estados Unidos que forneça "um mecanismo completo, verificável e irreversível".

Pompeu encontrou-se com Kim em Pyongyang na Páscoa, em uma visita que veio à público somente nas últimas semanas. Outra decisão revelada por Seul trata da volta das Coreias ao mesmo fuso horário. De acordo com a nota, o relógio dos norte-coreanos será adiantado em meia hora. 

Terra / Reuters

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2018 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença