Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
artigos
17/11/2019 | 14:42

A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL A BÍBLIA

 

“Porém tu, ó querido Daniel, tranca em segredo, mediante um selo, as palavras do Livro, até o tempo próprio do fim”. “Muitos farão de tudo e correrão de uma parte a outra em busca do maior saber; e o conhecimento se multiplicará muitas e muitas vezes!” (Dn 12:4).

O admirável profeta Daniel foi levado pelos caldeus para Babilônia entre os séculos VI e VII a.C, obteve da parte de Deus visões e revelações futurísticas as quais presenciamos com muita intensidade nos dias de hoje. Quando observamos exegeticamente o registro acima epigrafado após 3.600 anos passados, percebemos que o tempo de compreensão do texto outrora selado, encontra-se acessível e em pleno cumprimento, pois as evidências são contundentes a cerca da multiplicação do saber decorrentes do aumento tecnológico e da inteligência artificial.

A densidade demográfica mundial atinge números espantosos! Hoje o planeta, possui mais ou menos 7.5 bilhões de habitantes, dos quais, cinco bilhões detêm pelo menos um aparelho celular com acesso a internet, e neste caso, as informações chegam a velocidades vertiginosas, devido à conectividade com os meios de comunicação global, algo impossível num passado recente.

Quando olhamos para o retrovisor da historia mundial, vemos que os avanços tecnológicos ocorriam de forma lenta, mas a realidade de hoje é outra, pois o ser humano busca cada vez mais a sua própria superação e isto se relaciona a fatores como a autorrealização, egocentrismo, capitalismo e lucros.

As inversões de novos conceitos tecnológicos duravam até 100 anos para transcorrer, hoje acontecem de dois em dois anos, e muitos já afirmam ser de 13 meses, portanto, é conveniente afirmar que antes a tecnologia estava ao nosso alcance, porém, agora está cada vez mais intrinsicamente conectada ao próprio ser humano.

A tecnologia de hoje é tão avançada que já é possível transcrever pensamentos de uma pessoa por meio de sensores altamente sofisticados. A transcrição de pensamentos para a tela de um computador,sem que seja necessário digitar ou falar as frases, os inventores desta tecnologia afirmam que vão usar sensores não invasivos para captar o que a mente humana quer digitar. Contudo, os dispositivos supostamente só vão detectar a atividade da área cerebral que controla a transformação de pensamentos em fala, sem a capacidade de invadir pensamentos pessoais.

Devido esse progresso, já é possível controlar quase todas as pessoas do mundo. Os governos e as empresas portam os dados de bilhões de usuários das redes sociais, e quem os monitora, controla o futuro, muitos destes elementos servem para manipular resultados de eleições, outros são vendidos para empresas que utilizam como mala direita para vender seus produtos, serve também para introduzir novos conceitos ideológicos dentre outras manipulações do gênero.

A inteligência artificial chegou para revolucionar o mercado de capital, bem como a robótica e a indústria 4G e brevemente será lançado no mercado global um novo padrão tecnológico que é o 5G, esse, já opera com sucesso em países como China e Coréia do Sul, com velocidade de transmissão superior a 10 vezes mais que a 4G.

O versículo base deste artigo, afirma que “muitos correrão de uma parte para outra em busca do saber”; vale destacar que nunca se viu na história humana tanta movimentação de pessoas para todos os lados, essa agitação é tão intensa ao ponto de não existir mais fronteiras, no próximo ano a NASA irá realizar o turismo espacial, que consiste em viagens interplanetárias por indivíduos com propósitos não científicos, mas, por puro lazer.

Toda essa evolução tecnológica tem seu lado bom e ruim. O bom é que as coisas acontecem com mais dinamismo e rapidez, onde os esforços físicos são minimizados e até extintos, todavia muitos se utilizam desta tecnologia para promoverem todo tipo de atrocidades e violações de direitos das pessoas, a exemplo da Deepweb e Deepfake, os quais, explicarei em um próximo editorial. (Revisado por Altemar Leão).
 

Por: José de Arimatea Moreira Viana, Teólogo
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença