Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
10/06/2020 | 14:00 - Amazonas / Educação

Alunos da rede municipal participam da Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Infantil 2020

Fotos - Divulgação/ Escola municipal Thomas Meireles

 
 
Alunos da educação infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA), da Secretaria Municipal de Educação (Semed), participam da Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Infantil 2020, com tema “Covid-19: agora mais do que nunca, protejam crianças e adolescentes do trabalho infantil”. A ação iniciou na última segunda-feira (8) e vai até o final de junho, promovida pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) e está alinhada iniciativa global proposta pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).
 
A campanha faz parte das comemorações do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado nesta sexta-feira, 12/6. Este ano devido a pandemia da Covid-19, as ações serão realizadas via on-line com vídeos educativos e informativos para trabalhar com os alunos a distância. As atividades envolverão contação de histórias informativas pelas professoras dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), produção de vídeos pelos alunos, produção de desenhos envolvendo alunos, professores e pais, entre outras ações.
 
O material dos estudantes da rede será divulgado nas redes sociais das escolas e dos professores, bem como nas redes sociais dos pais e dos próprios alunos. Além disso, os estudantes do 1º ao 5º participam na categoria desenho e do 6º ao 9º ano, de poesia do Concurso Cultural do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.
 
Nesta quarta-feira, 10/6, os cinco trabalhos selecionados serão publicados na página do Instagram do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalho do Adolescente no Amazonas –, para início da votação que premiará os três mais curtidos em cada categoria.
 
A assessora técnica da Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe) da Semed, Eliana Hayden, ressaltou que este ano será diferente. “Por conta do isolamento social, o trabalho foi todo reestruturado para ser realizado de forma on-line. Temos algumas dificuldades para realizar, porque temos que ter muito cuidado como vamos fazer junto às famílias, porque são os familiares que estão tomando conta dos meninos e das meninas que estão ajudando nas tarefas. A gente sempre chama atenção para falar com diretores e professoras para ser enfatizado junto dos alunos das suas atividades escolares, que podem ajudar em casa, mas sem deixar de fazer as atividades das escolas”, concluiu.
 
Atividade
A escola municipal Thomas Meireles, bairro Petrópolis, zona Sul, envolve os 712 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental com atividades temáticas como apresentação de vídeos, desenho e pintura, análise de charges sobre o tema aguçando o senso crítico, produção textual, apresentação musical, entre outras atividades que serão postadas no Facebook da escola e dos próprios alunos.
 
Para o gestor da escola, Eliano Sergio Nogueira Junior, o trabalho dos professores sobre a temática é importante para o conhecimento e desenvolvimento do senso crítico dos alunos desde cedo sobre esse problema que faz parte da sociedade. “O trabalho infantil retira direitos fundamentais, para que nossas crianças e adolescentes tenham o pleno desenvolvimento psicológico e físico. O brincar, o lúdico, fazem parte do desenvolvimento da criança e do adolescente e, privá-los dessa fase, causa traumas que são difíceis de serem revertidos na vida adulta”, comentou.
 

Texto - Paulo Rogério/Semed 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença