Amazônia Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
07/01/2020 | 22:04 - Amazonas / Economia

AM. Indústrias do PIM faturam mais de R$ 73 bi até setembro de 2019

Divulgação

Os segmentos com maior percentual de crescimento, quando comparados ao mesmo período de 2018, são: têxtil, com crescimento de 77,17% e faturamento de R$ 126,54 milhões; metalúrgico, com crescimento de 39,58% e faturamento de R$ 5,88 bilhões; e ótico, com crescimento de 28% e faturamento de R$ 333,33 milhões. Os dois maiores segmentos do PIM – eletroeletrônico e bens de informática – faturaram, respectivamente, R$ 19,86 bilhões e R$ 16,20 bilhões nos nove meses do ano passado.

 

O Polo Industrial de Manaus (PIM) obteve faturamento de R$ 73,92 bilhões entre os meses de janeiro a setembro de 2019, com crescimento de 8,10 % na comparação com o mesmo período do ano anterior. Em dólar, o faturamento de janeiro a setembro totalizou US$ 18.93 bilhões. Os dados são dos Indicadores de Desempenho do PIM, disponível no site da Superintendência da Zona Franca de Manaus (em http://site.suframa.gov.br/assuntos/modelo-zona-franca-de-manaus/polo-industrial).

Os segmentos com maior percentual de crescimento, quando comparados ao mesmo período de 2018, são: têxtil, com crescimento de 77,17% e faturamento de R$ 126,54 milhões; metalúrgico, com crescimento de 39,58% e faturamento de R$ 5,88 bilhões; e ótico, com crescimento de 28% e faturamento de R$ 333,33 milhões. Os dois maiores segmentos do PIM – eletroeletrônico e bens de informática – faturaram, respectivamente, R$ 19,86 bilhões e R$ 16,20 bilhões nos nove meses do ano passado.

Entre os principais produtos com incremento na produção no período de janeiro a setembro, destaque para aparelhos condicionadores de ar do tipo split, com 2,8 milhões de unidades produzidas e crescimento de 41,84%; aparelhos de barbear, com 1,5 milhão de unidades produzidas e crescimento de 50,74%; câmera fotográfica digital, com 72,9 mil unidades produzidas e crescimento de 31,73%; bicicletas, com 691,9 mil unidades produzidas e crescimento de 19,97%; forno micro-ondas, com 2,7 milhões de unidades produzidas e crescimento de 12,17%; televisores com tela de cristal líquido, com 9,7 milhões de unidades produzidas e crescimento de 5,97%; motocicletas, motonetas e ciclomotores, com 829,1 mil unidades produzidas e crescimento de 5,53%; e telefones celulares, com 11,1 milhões de unidades produzidas e crescimento de 2,62%.

Na geração de empregos, o PIM contou com 83.728 vagas ocupadas nas fábricas em setembro de 2019 - entre trabalhadores efetivos, temporários e terceirizados. Somadas às vagas geradas de janeiro a agosto, a média mensal de trabalhadores empregados no ano passado chegou a 86.412.

Avaliação

De acordo com o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, a tendência é de crescimento econômico a partir da agenda de reformas promovidas pelo governo federal e as pautas de investimentos aprovadas pelo Conselho de Administração da Suframa ao longo do ano. “O reflexo da agenda das reformas (da previdência e tributária) já é sentido na economia, que está aquecendo e deve fechar o ano com saldo positivo, além da geração de mais emprego e renda na região”, afirmou. 

Suframa

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença