Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
02/07/2020 | 12:35 - Brasil / Política

Após alta nas queimadas, Bolsonaro diz que tenta desfazer opiniões distorcidas sobre a Amazônia

Foto : Marcos Corrêa/PR

nstituto Nacional de Pesquisas Espaciais divulgou que houve aumento de 19,6% nas queimadas em junho, na comparação com o mesmo mês de 2019

 
O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (2) que o governo brasileiro busca “desfazer opiniões distorcidas” a respeito das atitudes tomadas pelo governo para proteção da floresta Amazônica e dos povos indígenas. A declaração foi dada durante reunião de cúpula dos chefes de Estado do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai), realizada por videoconferência em razão da pandemia do novo coronavírus. A informação é do G1.
"Nosso governo dará prosseguimento ao diálogo com diferentes interlocutores para desfazer opiniões distorcidas sobre o Brasil e expor a preservação, as ações que temos tomado em favor da proteção da floresta Amazônica e do bem-estar das populações indígenas", disse Bolsonaro.
A fala do presidente ocorre um dia após o registro de alta histórica das queimadas na Amazônia. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em junho, o bioma registrou o maior número de queimadas para o mês desde 2007.

Com base em imagens de satélite, o Inpe registrou aumento de 19,6% nas queimadas na comparação com o mesmo mês no ano passado. Em junho de 2020, foram 2.248 focos ativos, ante 1.880 no mesmo mês de 2019. Segundo o instituto, a média histórica para junho é de 2.724 focos ativos de queimadas no bioma Amazônia. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença