Amazônia Assembleia Legislativa do Amazonas Brasília Câmara Municipal de Manaus Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
20/11/2019 | 23:41 - Brasil / Educação

Capes assina acordo de R$ 80 milhões para pesquisas na Amazônia Legal

Divulgação

A primeira medida foi a assinatura de um acordo de intenções para implementar um programa voltado ao desenvolvimento da pós-graduação na Amazônia Legal. Serão investidos R$ 80 milhões em cinco anos para aumentar o número de pesquisadores na região, reduzir as assimetrias no Sistema Nacional de Pós-Graduação brasileiro e apoiar o desenvolvimento científico e tecnológico na região Norte e no Maranhão.

 

Em encontro em Manaus (AM), ainda serão liberados recursos para concessão de bolsas e fomento a projetos de pesquisa


Desenvolver iniciativas de pesquisa e pós-graduação nos estados da Região Norte, no Mato Grosso e no Maranhão. Esse é o principal objetivo do Encontro Capes com a Amazônia Legal, que teve início nesta quarta-feira, 20 de novembro, em Manaus (AM). A Amazônia Legal corresponde a 59% do território brasileiro e é uma das regiões mais ricas em biodiversidades do mundo.

Já no primeiro dia de encontro, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (Capes) lançou quatro iniciativas para elevar os investimentos em pesquisa na região. O evento segue até sábado, 23, na Universidade Federal do Amazonas.

A primeira medida foi a assinatura de um acordo de intenções para implementar um programa voltado ao desenvolvimento da pós-graduação na Amazônia Legal. Serão investidos R$ 80 milhões em cinco anos para aumentar o número de pesquisadores na região, reduzir as assimetrias no Sistema Nacional de Pós-Graduação brasileiro e apoiar o desenvolvimento científico e tecnológico na região Norte e no Maranhão.

Para o presidente da Capes, Anderson Correia, é incorreto dizer que um estado da Amazônia supre a necessidade do outro. “Cada estado tem que ter a sua autonomia para a formação de recursos humanos. Precisamos estudar e focar em diminuir as assimetrias regionais”, disse.

Durante o encontro, serão liberados R$ 3,5 milhões para projetos de pesquisa que construam redes de cooperação acadêmica, por meio do Programa Nacional de Cooperação Acadêmica na Amazônia (Procad Amazônia). O objetivo é elevar a qualidade dos cursos oferecidos pelas instituições de ensino superior na região.

Outros R$ 3,5 milhões serão liberados para o segundo edital do convênio entre a Capes e o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). A parceria estimula o mestrado profissional de enfermeiros vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo é formar 500 profissionais em cinco anos.

O Encontro Capes com a Amazônia Legal promoverá ainda a concessão de 50 bolsas de pesquisa para a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). Serão 25 bolsas de mestrado e 25 de doutorado destinadas ao desenvolvimento local.

A região da Amazônia Legal engloba oito estados — Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins —, além de parte do Maranhão. 

CAPES/MEC

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença