Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
16/11/2020 | 01:05 - Amazonas / Notícias

Com menos votos que em 2016, Carlos Bolsonaro é reeleito vereador do Rio

Divulgação

O vereador Carlos Bolsonaro

Com 70.995 votos, o ‘filho 02’ do presidente Jair BolsonaroCarlos Bolsonaro (Republicanos), foi reeleito vereador da capital do Rio de Janeiro. Aos 37 anos, Carlos caminha para o sexto mandato consecutivo na Câmara Municipal do Rio. Ele foi eleito pela primeira em 2000, aos 17 anos.
Mesmo com a dedicação do pai, que pediu votos para o filho em várias lives, Carlos perdeu mais de 35 mil votos em relação a 2016. Há quatro anos, ele angariou 106.657 votos, sendo o vereador mais votado do Rio de Janeiro e o terceiro do Brasil. No último pleito municipal, a popularidade de Bolsonaro estava em ascensão, pavimentando o caminho que o elegeu presidente em 2018.
Em uma das transmissões, Jair Bolsonaro pediu votos ao filho para que ele continuasse o ajudando em Brasília. “Trabalha igual a um condenado nas mídias sociais, é meu filho, né? Sou suspeito para falar dele. Quem puder colaborar, não tem candidato ainda, ajude Carlos Bolsonaro a ser reeleito, porque vai continuar me ajudando bastante em Brasília”, disse em uma live no dia 29 de outubro.
O segundo filho do presidente é tido como o “pitbull” da família e coordenador da estratégia digital do presidente, incluindo o chamado “gabinete do ódio”. A estrutura, que funciona no Palácio do Planalto, foi revelada pelo jornal Estado de S. Paulo e tem por objetivo ataques a opositores do governo.
Segundo candidato a vereador mais votado da cidade, Carlos ficou atrás do candidato Tarcisio Motta, do Psol, um dos principais partidos de oposição ao governo federal.

A mãe de Carlos e primeira esposa de Jair Bolsonaro, Rogéria Bolsonaro, também do Republicanos, não foi eleita. Ela obteve pouco mais de 2 mil votos e, pela segunda vez, Carlos “derrotou” a mãe. A primeira vez foi no ano 2000, quando, já separada de Jair, foi preterida pelo filho Carlos, que herdou o espólio do então deputado federal na cidade. Sem o apoio público do presidente, Rogéria contou com o respaldo do terceiro filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Congressoemfoco 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença