Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
29/05/2020 | 20:40 - Roraima / Notícias do Parlamento

Coronel Chagas e Marcelo Cabral negam ida para a Casa Civil do Governo

Foto: Reprodução / TV Assembleia / SupCom ALE-RR

Coronel Chagas

 
 
Parlamentares desmentiram informações divulgadas nas redes sociais nesta quinta-feira, após anúncio da saída do então secretário-chefe Disney Mesquita
  
Após boatos nas redes sociais, o deputado Coronel Chagas (PRTB) negou que seja o novo secretário-chefe da Casa Civil do Poder Executivo. Na tarde desta quinta-feira (28), em sessão virtual da Assembleia Legislativa de Roraima, o parlamentar classificou as publicações como fake news. Em seguida, o líder da Base Governista na Casa, deputado Marcelo Cabral (MDB), também negou que tenha recebido este convite e disse que se isso ocorresse, não aceitaria.
 
 
Coronel Chagas disse que há meses não conversa pessoalmente com o governador Antônio Denarium, e diz ter recebido nenhuma ligação dele ou de outra pessoa com esse convite. “Não recebi nenhum convite por parte do Governo, nada nesse sentido.”
 
 
Ele já foi líder do Governo na Casa Legislativa, e disse que se um dia houver nomeação em cargo no Executivo, ele vai comunicar formalmente. “Caso venha acontecer, pode ter certeza que na mesma hora estaremos comunicando principalmente ao colegiado da Assembleia Legislativa de Roraima.”
 
 
O deputado enfatizou que busca fazer um trabalho com ponderação, sem deixar de cumprir o papel de fiscalização, mas sem politizar estas ações. “Os senhores podem ter observado que recentemente a CPI da Saúde quebrou o sigilo bancário fiscal e telefônico de dez pessoas, sete pessoas jurídicas e três pessoas físicas. Mas, nós com ponderação, tivemos a precaução de não divulgar os nomes dessas pessoas, para não ser expor nesse momento”.
 
 
Já Marcelo Cabral afirmou que continuará como líder da Base Governista no Parlamento, e que não deixaria o mandato e nem o compromisso que assumiu com os eleitores para assumir cargo no Executivo.
Durante o discurso, o parlamentar, que está recluso se recuperando do covid-19, cobrou atitude do Governo para solucionar os problemas enfrentados pela população que busca ajuda na saúde pública durante a pandemia. “O que tá faltando? Recurso tem, então qual é o plano do governo para solucionar esse colapso na saúde? É muito triste ver as pessoas irem ao hospital e não ter remédios, não ter respiradores e nem leitos. Eu estou com essa doença, mas graças a Deus não precisei ser internado”, criticou.
 
O parlamentar parabenizou o posicionamento do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier (SD), por se colocar à disposição do Governo para juntos buscarem uma solução para a saúde. “Parabéns ao presidente dessa Casa, que tem mostrado humildade, sempre ouviu as necessidades do Executivo e mais uma vez está sabendo lidar com esse momento. Deixando claro que o Legislativo está aqui para ajudar”, destacou.
O deputado Renan Filho (Republicanos) pediu aparte e demonstrou apoio não apenas ao colega, mas ao Governo para solucionar a situação. “Não sou aliado somente do Governo, sou aliado do povo de Roraima. Precisamos unir forças nesse momento”, afirmou.
 
A deputada Catarina Guerra (SD) ressaltou o empenho dos deputados aliados ao Governo. “A Base Governista não é omissa. Os nobres colegas se colocam sempre a disposição do governador para ajudar a solucionar a situação da saúde, e cobram resultados”, ressaltou.
 

 
 
Texto: Vanessa Brito e Sueda Marinho

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença