Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
18/05/2020 | 18:05 - Roraima / Notícias do Parlamento em Geral

CPI da Saúde pede quebra de sigilo fiscal, bancário e telefônico de empresas e ex-servidores da Sesau

Foto: Eduardo Andrade / SupCom ALE-RR

 
 
 
Requerimento foi aprovado por unanimidade 
 
Nesta segunda-feira (18), a CPI da Saúde (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Assembleia Legislativa de Roraima aprovou a solicitação de quebra de sigilos bancário, fiscal e telefônico de sete empresas e de três pessoas ligadas à Sesau (Secretaria Estadual de Saúde). O pedido busca levantar informações sobre o processo de compra de equipamentos e insumos para tratamento e combate do coronavírus em Roraima.
 
De acordo com o presidente da CPI, deputado Coronel Chagas (PRTB), o documento será submetido à avaliação da Procuradoria Jurídica da Casa, para uma opinião técnica sobre a forma com que esse pedido será encaminhado para os órgãos competentes. “O requerimento foi aprovado por unanimidade pelos membros da CPI e agora será encaminhado para os órgãos responsáveis por essas informações”.
 
O requerimento, de autoria do deputado Jorge Everton (MDB), foi motivado pelas denúncias de testemunhas, que segundo ele, são pessoas envolvidas nos 21 processos apreendidos pela CPI em visita a Sesau na última semana. “Isso vai nos ajudar a chegar na verdade real dos fatos e estamos apurando aqui na CPI”, disse.
 
O relator da CPI adiantou que já foram identificados indícios de irregularidades nestes contratos. “Nós já conseguimos identificar tentativa de desvios, pagamentos antecipados, compras superfaturadas e isso está sendo muito bem investigado pela CPI e vai trazer resultado para nossa Saúde Pública”, complementou Jorge Everton.  
 
A deputada Lenir Rodrigues (Cidadania) se diz favorável ao documento, baseado em diretrizes legais, o que na avaliação dela dará mais celeridade às investigações da CPI da Saúde. “Me sinto segura que esse trabalho está muito bem baseado”.  Os deputados Renato Silva (Republicanos) e Evangelista
 
Oitivas 
 
Ainda nesta semana, nove testemunhas foram convocadas a prestarem depoimentos na quarta, quinta e sexta-feira, a partir das 15h, na sala de reunião do plenário Noêmia Bastos Amazonas.
 

Texto: Yasmin Guedes 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença