Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
27/03/2020 | 10:50 - Brasil / Mundo

Embaixador inglês manda seus concidadãos abandonarem o Brasil imediatamente

Foto: Diego Gurgel/Secom

 


 
Em tom dramático, Vijay Rangarajan, embaixador inglês no Brasil, recomendou "expressamente" que seus concidadãos deixem o Brasil e retornem imediatamente à Inglaterra devido à epidemia do coronavírus em território brasileiro
O embaixador inglês, Vijay Rangarajan, pediu em seu Twitter que os britânicos que estiverem no Brasil retornem imediatamente, devido à crise do coronavírus. Ele não fez referência direta à maneira como o governo Bolsonaro está conduzindo o combate à epidemia, mas o tom de emergência dos tweets deixa patente a preocupação.
 

 
Os dois tweets foram grafados em inglês. Uma tradução livre indica:
 

 

Se você é cidadão britânico e está visitando o Brasil, recomendamos expressamente que você retorne ao Reino Unido imediatamente. As rotas comerciais ainda estão disponíveis, mas mudando rapidamente. Veja a seguir a situação atual.
 
Rotas diretas atualmente disponíveis:
 
Latam: é esperado que o voo entre SP e Londres funcione até o dia 3 de abril, embora essa data esteja sendo revisada diariamente.
British Airways:  as rotas que saem de Galeão ou Guarulhos para Heathrow ainda têm assentos disponíveis para os próximos dias".

 
If you are a British national visiting Brazil, we strongly advise you to return to the UK now. Commercial routes are still available, but changing fast. This thread sets out the current situation.
  
Direct routes currently available: @LATAM_BRA expects their flight between SP and London to be available until April 3rd, though this date is under daily review. @British_Airways routes from Galeao or Guarulhos to Heathrow still have seats available for the next couple of days.
 
Fonte: www.brasil247.com
deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença