Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
24/03/2020 | 21:40 - Brasil / Esporte

FIFA e OMS se unem para combater o coronavírus

Foto: Pexels

Campanha da FIFA com OMS contará com jogadores de futebol para repassar mensagens de prevenção a COVID-19.

 
 
A Federação Internacional de Futebol (FIFA) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) se uniram para combater a doença causada pelo coronavírus e lançaram uma nova campanha de conscientização liderada por jogadores de futebol de renome internacional, incluindo o goleiro brasileiro Alisson Becker. Eles estão pedindo que todas as pessoas do mundo sigam cinco passos essenciais para impedir a propagação da doença.
A campanha “Pass the message to kick out coronavirus” (“Passe a mensagem para dar um chutão no coronavírus”, em tradução livre) promove cinco etapas para proteger a saúde, de acordo com as orientações da OMS, focadas em lavar as mãos, não tocar o rosto, manter distância física, ficar em casa e ter etiqueta respiratória (ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço de papel – em seguida, jogar fora o lenço e higienizar as mãos).
Duranto o lançamento virtual desta campanha na sede da OMS em Genebra, Suíça, o diretor-geral da organização, Tedros Ghebreyesus, afirmou que a FIFA tem passado a mensagem de forma muito ativa desde o início da pandemia. “Seja por meio de campanhas ou financiamento, a FIFA tem enfrentado o coronavírus e estou muito satisfeito que o futebol internacional esteja apoiando a OMS a dar um chutão no coronavírus. Não tenho dúvidas de que, com esse tipo de apoio, venceremos juntos”, disse o diretor-geral da OMS.
Para o presidente da FIFA, Gianni Infantino, é necessário trabalhar em equipe para combater o coronavírus. “A FIFA se uniu à OMS porque a saúde vem em primeiro lugar. Peço à comunidade internacional do futebol que se junte a nós no apoio desta campanha para passar a mensagem adiante. Alguns dos maiores jogadores, que disputaram belos jogos, deram seu nome à campanha e estão unidos no desejo de passar a mensagem para dar um chutão na COVID-19”, explica o presidente da FIFA.
A FIFA também se comprometeu a enviar US$ 10 milhões para apoiar o Fundo Solidário de Resposta ao COVID-19 da OMS. Vinte e oito jogadores estão envolvidos na campanha em vídeo, que será publicada em 13 idiomas. São eles:
Sami Al Jaber (Árabia Saudita), Alisson Becker (Brasil), Emre Belözoğlu (Turquia), Jared Borgetti (México), Gianluigi Buffon (Itália), Iker Casillas (Espanha), Sunil Chhetri (Índia), Youri Djorkaeff (França), Han Duan (China), Samuel Eto’o (Camarões), Radamel Falcao (Colômbia), Laura Georges (França), Valeri Karpin (Rússia), Miroslav Klose (Alemanha), Philipp Lahm (Alemanha), Gary Lineker (Inglaterra), Carli Lloyd (Estados Unidos da América), Lionel Messi (Argentina), Mido (Egito), Michael Owen (Inglaterra), Park Ji-sung (República da Coreia), Carles Puyol (Espanha), Célia Šašić (Alemanha), Asako Takakura (Japão), Yaya Touré (Costa do Marfim), Juan Sebastián Verón (Argentina), Sun Wen (China) e Xavi Hernández (Espanha).
A campanha em vídeo, que será publicada nos canais digitais dos jogadores e da FIFA, também está sendo fornecida para 211 associações e agências de mídia que são membros da FIFA, juntamente com um kit de artes gráficas para ser usado nas mídias sociais, de forma a reverberar a mensagem.
Mãos
“Comece pelas suas mãos”, diz Alisson Becker, embaixador da OMS para a promoção da saúde, goleiro do Liverpool FC e da Seleção Brasileira e eleito o melhor goleiro do mundo da FIFA, no futebol masculino, em 2019. “Por favor, lave suas mãos com frequência usando sabão ou um higienizador a base de álcool”.
Essa lavagem frequente com sabão e água, ou com uma solução manual à base de álcool, mata vírus que podem estar em suas mãos. É simples, mas é muito importante.
Cotovelos
“Cubra o nariz e a boca com o cotovelo flexionado ou um lenço de papel quando espirrar ou tossir”, diz Carli Lloyd, duas vezes vencedora da Copa do Mundo da FIFA de futebol feminino pela seleção dos Estados Unidos. “No caso do lenço, descarte-o imediatamente e lave as mãos”.
O coronavírus é espalhado por gotículas. Ao seguir a higiene respiratória, você protege as pessoas ao seu redor de contraírem vírus como os de resfriado, gripe e coronavírus.
Rosto
“Evite tocar seu rosto, principalmente os olhos, o nariz e a boca para impedir que o vírus entre no seu corpo”, acrescenta o atacante do FC Barcelona e da Argentina, Lionel Messi – eleito melhor jogador do mundo de futebol masculino da FIFA em 2019 e várias vezes vencedor do prêmio Bola de Ouro da FIFA.
As mãos tocam em muitas superfícies e podem rapidamente pegar o vírus. Uma vez contaminadas, as mãos podem transferir os vírus para o seu rosto, de onde eles podem se mover dentro do seu corpo, fazendo você se sentir mal.
Distância
“Nas relações sociais, dê um passo para trás”, diz Han Duan, que representou a China PR 188 vezes em uma carreira internacional que durou 11 anos. “Fique a pelo menos um metro de distância dos outros”.
Ao manter esse distanciamento social, você evita respirar as gotículas de alguém próximo que espirra ou tosse.
Sintomas
“Se estiver se sentindo mal, fique em casa”, conclui Samuel Eto’o, ex-atacante do FC Barcelona e Camarões, que representou seu país 114 vezes. “Siga todas as instruções fornecidas pelas autoridades de saúde locais”.
Se você tiver febre, tosse e dificuldade de respirar, procure atendimento médico e ligue para avisar sobre seus sintomas antes de sair (para o estabelecimento de saúde ou para uma linha telefônica preparada para receber esse tipo de ligação, como o 136 no Brasil).
Mantenha-se informado com as orientações mais recentes das autoridades locais de saúde sobre a situação em sua área. Por favor, siga as instruções específicas dadas por elas. Isso ajuda a proteger a pessoa e a impedir a propagação de vírus e outras infecções.

  

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença