Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
31/03/2020 | 13:25 - Amazonas / Tecnologia

Governo do Amazonas e Polo Digital de Manaus lançam ferramenta para mapear fornecedores de insumos para combate ao novo coronavírus

IMAGEM: Reprodução

 
 
Em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), a Associação Polo Digital de Manaus (APDM) elaborou um mapa construído a partir da plataforma RepresentMap (projeto de código aberto que ajuda comunidades no mundo a criarem seus próprios mapas), para servir de ferramenta e direcionar na busca por fornecedores de insumos que podem ajudar no enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) no Amazonas.

A ferramenta pode ser acessada pelo endereço http://
polodigitaldemanaus.com/fornecedores e faz parte de um dos grupos de trabalho que o Polo Digital de Manaus criou para ajudar a combater o novo coronavírus. A empresa que tiver interesse e que produz algum item relacionado só precisa se cadastrar na plataforma.
 
A criação da ferramenta contou com o apoio da Sedecti, por meio da Secretaria Executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e agora busca cadastrar o maior número de fornecedores, que serão informados sobre editais, bem como sobre processos para contratação em caráter de urgência.
 
A presidente da APDM, Vania Thaumaturgo, explica que a iniciativa foi criada a partir da necessidade do Governo do Estado de se antecipar à falta de insumos e de equipamentos de proteção individual (EPIs) durante a crise da pandemia ocasionada pela Covid-19.
 
“Hoje temos diversos grupos voluntários de trabalho focados em projetos que buscam minimizar os efeitos do coronavírus no estado. Esses grupos, em particular, têm papel fundamental para que possamos identificar fornecedores que tenham potencial para atender, de forma rápida, às necessidades da área da saúde”, explica Vania, ao destacar que os editais de compra sem licitação também estarão disponíveis no site do Polo Digital de Manaus.
 
O Governo do Amazonas, por meio da Sedecti, colaborou diretamente para o desenvolvimento do projeto com orientações e levantamento de informações importantes que ajudaram no funcionamento da ferramenta.
 
“A ideia surgiu de uma demanda interna do Governo do Estado, observando o número dos casos do novo coronavírus no Amazonas e também da necessidade de insumos e de alguns equipamentos, principalmente os de proteção individual para os profissionais da área da saúde. A partir daí, estabelecemos uma conversa com a Secretaria de Saúde (Susam), a fim de identificar melhor esses gargalos e trabalhar para contribuir, de alguma forma, com o projeto, em parceria com startups e outros atores do ecossistema de Inovação, por meio do Polo Digital de Manaus”, explica o chefe do Departamento de Extensão Tecnológica e Inovação da Secti, Leonardo Silva.
 
Além de Silva, o grupo de trabalho que desenvolveu a ferramenta é formado também pelo diretor executivo da APDM e fundador da ValyUp, Lucas Simão Oliveira; do gerente de Negócios do Instituto Cesar, Wallison Coutinho; do diretor comercial da Uêba! Produtos de Limpeza e fundador da EuDireto, Raphael Benfica; e do desenvolvedor de software, Orange Marques dos Santos.
 
Para os fabricantes, distribuidores ou importadores de produtos como máscaras, álcool ou roupas de proteção, ou mesmo para pessoas físicas interessadas em transformar suas empresas para passar a produzir estes insumos, a APDM disponibiliza a ferramenta de cadastramento do mapa, que vai funcionar como ponte rápida entre os fornecedores cadastrados e o Governo do Estado.
 
 

Sobre a APDM

 
A Associação Polo Digital de Manaus (APDM) foi criada em fevereiro deste ano e tem como objetivo organizar o ecossistema de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) de Manaus, dando-lhe visibilidade e representatividade, bem como o suporte necessário para o ecossistema alavancar em competência e em novos negócios.
 

A Associação conta com o apoio e parceria do Governo do Amazonas, por meio da Sedecti e, atualmente, é formada por voluntários que atuam envolvendo institutos públicos e privados, startups, empresas de tecnologia, fundações, universidades, incubadoras, aceleradoras e coworkings. Os membros-fundadores da APDM são os institutos Sidia, Cesar, Eldorado, além da Softex e da Valyup. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença