Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
13/07/2020 | 10:30 - Amazonas / Geral

Junta Comercial do Amazonas está entre as dez mais rápidas do Brasil na abertura de empresas

Divulgação

 
Jucea aparece na sétima colocação em ranking do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração
 
A Junta Comercial do Estado do Amazonas (Jucea) é a sétima mais rápida do Brasil na abertura de empresas, com o tempo de um dia e 21 horas, segundo dados do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (Drei), que compõe o Ministério da Economia, divulgados no último dia 10 de julho. De acordo com o Relatório Quadrimestral, referente ao período de janeiro a abril de 2020,  a Jucea ocupava a 12ª colocação no ranking. O relatório, no entanto, não leva em consideração as constituições de empresas realizadas pelo Registro Automático.
 
O Departamento Nacional analisa, no tempo de abertura de empresas, as etapas da viabilidade (para fins de consulta prévia de endereço e nome empresarial), as validações cadastrais nas administrações tributárias e a análise do órgão de registro empresarial. Assim, o indicador não se restringe à atuação das Juntas Comerciais no processo, considerando também a interação com os demais órgãos envolvidos na abertura de empresas.
 
De acordo com a presidente da Jucea, Maria de Jesus Lins, a partir do relatório será possível verificar quais medidas precisarão ser tomadas para que a autarquia amazonense melhore o tempo de espera do cidadão para obter o Registro Empresarial.
 
“Seguimos trabalhando para oferecer o melhor para nossa sociedade. Saímos da 12ª colocação para a sétima, uma recuperação de cinco posições, mas sabemos que ainda há muito a ser feito. Nossa meta é ficarmos entre as cinco juntas comerciais mais rápidas do Brasil, porque entendemos  a importância de verificar a efetividade das medidas em prol da simplificação da abertura de empresas no nosso estado, e consequentemente, colaborar para o ambiente de negócios no Amazonas”, afirmou Maria de Jesus Lins.
 
Para a elaboração do relatório, o Drei analisa o tempo de abertura de empresas dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal.
 

 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença