Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
22/07/2020 | 10:55 - Amazonas / Notícias

Operação da Adaf vistoria aproximadamente 300 veículos em áreas de acesso a Manaus

FOTOS: Divulgação/Adaf

 
 
A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf) intensificou a fiscalização de produtos de origem animal e vegetal em áreas de acesso a Manaus. Entre os dias 14 e 20 de julho, aproximadamente 300 veículos foram abordados por agentes da autarquia em uma operação que atuou em barreiras volantes nas rodovias AM-070 e AM-010 e no Porto da Ceasa.
 
Trânsito de produtos de origem animal sem documentação e mal acondicionados, ausência de nota fiscal e tentativa de burlar a fiscalização geraram os três autos de infração aplicados durante os cinco dias úteis em que a operação foi realizada. A ação contou com o reforço dos novos servidores estatutários da Adaf, empossados recentemente.
 
Um dos autos de infração foi referente ao transporte de 24 aves sem os documentos zoosanitários obrigatórios.  A barreira volante também identificou fraude em nota fiscal de duas caixas de ovos. No documento, constava o nome de uma granja, mas os produtos eram de outra. A carga foi apreendida e destruída no aterro sanitário.
 
A multa por estabelecimento, proprietário, transportador ou condutor de animal de grande, médio e pequeno porte, de seus produtos e subprodutos é de R$ 300, mais o valor por animal ou produto em situação irregular. Os autuados têm 30 dias para apresentar defesa junto à Adaf. Passado esse período, a agência define se a multa será mantida ou revertida em advertência.
 
A operação contou com o apoio da Polícia Militar e Batalhão Ambiental. “Na AM-070, principalmente, a gente observa com mais frequência a ausência de nota fiscal e uma resistência dos condutores em abrir o veículo para os fiscais da Adaf. Por isso é muito importante termos esse reforço da PM”, explicou o técnico de fiscalização agropecuária, Caléo Soares.
 
Além de observar a documentação e as condições das cargas, a operação também teve caráter educativo, com os agentes da Adaf orientando os condutores sobre as regras para transporte de produtos de origem animal e vegetal.

  

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença