Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
30/09/2020 | 18:40 - Amazonas / Saúde

Prevenção à Covid-19 e prática de exercícios são reforçadas pela prefeitura no Dia do Idoso

Imagens – Ingrid Anne / Semcom

A atenção à saúde física e mental das pessoas idosas é pauta prioritária na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto. E, em tempos de pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Manaus alerta, neste Dia internacional do Idoso, 1º/10, data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), sobre a necessidade de medidas preventivas, uma rotina de atividades físicas, aliada a outros hábitos saudáveis, em combate à Covid-19.  
 
“Vivemos um momento difícil, delicado, devido à guerra contra esse inimigo letal, que é o novo coronavírus. Nossa maior preocupação é com a saúde de todos, com atenção especial aos idosos.  É momento de acolhimento e proteção às pessoas da terceira idade e também de levar informação e incentivá-los aos cuidados para se prevenir contra a Covid-19. Neste Dia do Idoso, nosso maior desejo é que as pessoas dessa melhor idade possam viver esse envelhecimento de forma digna, respeitosa e com muita saúde”, destacou Arthur Neto. 
 
Desde a retomada gradual das atividades comerciais na capital, a prefeitura tem reforçado os cuidados que as pessoas idosas devem observar, para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. As orientações são coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e buscam incentivar os idosos a manterem e respeitarem o isolamento social e se proteger do contágio da Covid-19, em casos de atividades externas. Os idosos representam a maior parcela do grupo de risco na pandemia.
 
Segundo a chefe do Núcleo de Saúde do Idoso da Semsa, Eliny Rocha, em casos de necessidade de sair de casa, os idosos devem intensificar as ações de prevenção ao vírus. “A pandemia não acabou e o vírus está ativo e circulando. Por isso, na hora de sair de casa, é importante que o idoso analise a necessidade da ação. Se a saída for inevitável, ele precisa andar sempre de máscara, fazendo uso do álcool em gel e respeitando o distanciamento social”, mencionou.
 
Ao sair de casa, a pessoa idosa também deve evitar o contato com maçanetas, corrimãos de escadas e se debruçar em superfícies lisas, que podem possuir maior concentração do vírus. “Outra opção para evitar sair de casa é procurar serviços de entregas. Com a pandemia, muitos locais oferecem delivery, tornando-se uma ferramenta eficaz para resolver as necessidades básicas”, recomendou.
 
‘Doutor Thomas’
 
Com seis meses de pandemia, a recomendação é para que os idosos possam também buscar atividades prazerosas de passatempo em casa e até mesmo atividade física, se não houver restrições de saúde. 
 
“Estamos com as atividades do Parque Municipal do Idoso suspensas, mas isso não quer dizer que os idosos não possam procurar alguma forma de se exercitar em casa, ter uma alimentação saudável e, principalmente, ter o apoio emocional da família, para enfrentar o isolamento social. Hoje, o sentimento é de esperança em dias melhores”, salientou a diretora-presidente da Fundação Dr. Thomas (FDT), Martha Moutinho.
 
Segundo a gerente de atividades físicas do Parque Municipal do Idoso (PMI), Ana Beatrice Carvalho, a realização de exercícios físicos é de suma importância para manutenção da autonomia e da independência do idoso. “Durante o processo de envelhecimento se têm algumas perdas, como redução de massa e de força. O exercício vem para prevenir ou diminuir essas questões. É extremamente importante para o idoso o fortalecimento muscular, para evitar o risco de queda, e outros problemas maiores”, afirmou.
 
E, para realizar essas atividades, não há necessidade sequer de sair de casa, apenas encontrar um espaço adequado sem riscos de se machucar, alimentar-se e tomar remédios necessários corretamente, conhecer e respeitar seus limites, e então começar se exercitar.
 
Os profissionais de educação física do Parque Municipal do Idoso, durante esse período da pandemia, estão realizando atividades físicas com os 118 idosos institucionalizados da FDT, divididos por grau de dependência, a equipe realiza treinamentos específicos, como caminhada, alongamento e jogos recreativos, que têm como foco central a mobilidade e o fortalecimento da musculatura, visando, pura e simplesmente, a saúde do idoso atendido. 
 
“Durante o confinamento por conta da Covid-19, a prática de atividades físicas é justamente uma das mais recomendadas por especialistas, por proporcionar mobilidade, independência, autonomia e melhora do bem-estar biopsicossocial, além de prevenir de eventos indesejados como as quedas. A prática diária desses exercícios é importantíssima, para atender os três graus de dependência da nossa ILPI, que nesse período de pandemia precisam redobrar os cuidados”, disse a diretora-presidente Martha Moutinho.
 

Texto – Maryane Maia / Semcom 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença