Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
10/07/2020 | 15:20 - Amazonas / Geral

Projeto ‘Mãos Unidas’ completa dois anos levando solidariedade

Fotos – Karla Vieira / Fundo Manaus Solidária

 
Quando as dificuldades chegam, é preciso buscar meios para conseguir ajuda, auxílio para amenizar os momentos de dor e provações. E com a proposta de dar maior visibilidade e incentivar doações a causas que necessitam de atenção foi que o Fundo Manaus Solidária, órgão pertencente à estrutura da Prefeitura de Manaus, deu início, há mais de dois anos, ao projeto Mãos Unidas.
 
Por meio das redes sociais, o “Mãos Unidas” incentiva a sociedade a contribuir com quem atravessa um momento de dificuldade, sejam eles cidadãos ligados a Organizações da Sociedade Civil (OSCs) ou não. A iniciativa busca despertar a solidariedade social e gerar uma mobilização em favor de pessoas em situação de vulnerabilidade
 
Segundo a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, ao sensibilizar a população a realizar doações, o projeto contribui para que diversas ações possam ter seus objetivos alcançados, uma união que se torna ainda mais importante durante o período de crise econômica e social pelo qual passamos.
 
“É preciso ser sensível com o próximo, solidário com quem precisa. Muitas vezes, quem passa por dificuldades de saúde ou está vivendo situações complicadas não sabe o que fazer, a quem recorrer e o ‘Mãos Unidas’ quer ajudar a arregimentar iniciativas de solidariedade. Naquilo que podemos auxiliar, o fazemos, porém há situações que fogem às atribuições do Fundo Manaus Solidária, da Prefeitura de Manaus, e essa foi uma das formas que encontramos para ser um canal de esperança a quem precisa”, afirmou.
 
Um dos casos que foram beneficiados pelo “Mãos Unidas” foi o da dona de casa Michelle de Freitas, 38, que deu à luz a quadrigêmeas no dia 27 de junho. Ela, que acreditava estar grávida de três meninas, se surpreendeu quando na hora do parto soube que havia mais um bebê. As meninas – Sophia, Laís, Lívia e Giovana -, todas pesando pouco mais de um quilo, devem permanecer no hospital por pelo menos dois meses.
 
E enquanto elas ganham peso, uma corrente de solidariedade se formou para ajudá-las. Além do “Mãos Unidas” reforçar a necessidade de auxílio para a mãe que já tem outros três filhos, o Fundo Manaus Solidária ajudou às quadrigêmeas com enxovais e outros itens de primeira necessidade.
 
“Agradeço pela ajuda que minha filha e minhas netas estão recebendo do Fundo Manaus Solidária. Toda ajuda é bem-vinda”, disse a avó das crianças, Elenice de Freitas, que foi quem recebeu a doação já que a mãe segue na Maternidade Balbina Mestrinho acompanhando as recém-nascidas.
 
Vaquinhas virtuais
Campanhas de arrecadação de recursos também são divulgadas pelo projeto. Para custear o tratamento de câncer, Ingrid e Victoria, mãe e filha diagnosticadas com a doença, criaram uma vaquinha na internet para arrecadar fundos. Por meio do “Mãos Unidas”, mais pessoas puderam conhecer a história da família e contribuir com a causa.
 
“Estamos enfrentando um momento duro, complicado e me surpreendi quando vi essa campanha de mobilização. Por intermédio dela, mais pessoas souberam da vaquinha e se dispuseram a ajudar com doações. Eu e minha filha somos gratas por todos que, de alguma forma, tem contribuído com a nossa causa”, disse.
 
Além de ações pontuais que precisam de atenção, o projeto também divulga serviços oferecidos gratuitamente à população. Foi o caso da psicóloga Nívia Rodriguez, que disponibilizou atendimento psicológico de acolhimento, voltado às pessoas afetadas diretamente pela crise da Covid-19.
 
“Agradeço muito à Prefeitura de Manaus, por ter divulgado esse trabalho solidário. Tenho atendido a vários pacientes que me procuraram por meio da publicação do projeto. O retorno tem sido bastante positivo e fico feliz por estar auxiliando essas pessoas”, disse.
 
Durante o mês de abril, foi realizada uma edição especial do “Mãos Unidas”, direcionada às entidades parceiras do Fundo Manaus Solidária, que oferecem serviços de atenção à população vulnerável. Em meio à pandemia de Covid-19, as publicações tinham como foco principal informar os itens de maior necessidade das organizações, naquele momento, além de meios para doação em dinheiro.
 
No total, 16 instituições foram beneficiadas com a divulgação, por meio do projeto, entre elas a Fazenda da Esperança; Lar da Marias; Casa Vhida; Abrigo Moacyr Alves; Grupo de Apoio a Crianças Com Câncer – Gacc/AM; O Pequeno Nazareno; Lar Batista Janell Doyle e Abrigo Nacer.
 

Texto – Daniel Brito / Fundo Manaus Solidária 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença