Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
05/09/2020 | 10:55 - Amazonas / Notícias

Promovida pela Seas, oficina sobre Gestão do Suas passa a representar um marco em termos de novos horizontes para os municípios

Fotos: Miguel Almeida/Arquivo Seas

 
 
A troca de informações sobre experiências exitosas entre representantes de 13 municípios presentes na oficina “Gestão do Suas – Do conceito à prática”, promovida pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), foi o ponto alto do evento, que finalizou nesta sexta-feira (04/09). A oficina propiciou aos servidores municipais uma semana de conhecimentos técnicos e práticos, visando a melhoria do atendimento de famílias em situação de vulnerabilidade social.
 
Realizado por intermédio do Departamento de Gestão do Sistema Único de Assistência Social (DGSuas/Seas), o evento foi destinado aos gestores, técnicos e coordenadores que atuam nas Secretarias de Assistência Social, Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados da Assistência Social (Creas). No total, 39 pessoas estiveram presentes.
 
Os participantes agradeceram a iniciativa da Seas por propiciar a  ampliação dos conhecimentos teóricos e práticos, no que diz respeito à vigilância socioassistencial. Eles trabalharam com os sistemas e bases de dados da Rede Suas como: Registro Mensal de Atendimentos (RMA), Sistema de Cadastro do SUAS (CadSUAS) e CensoSUAS. Este último reúne informações sobre os padrões de serviços, programas e projetos realizados na esfera de ação do Sistema Único da Assistência Social (Suas).
 
Para a secretária-adjunta de Desenvolvimento Social de Coari, Margarida Rocha, foi uma semana significativa em termos de conhecimentos sobre a legislação do Suas, que somados à convivência com os técnicos da Seas e com os dos demais municípios, resultaram numa experiência exitosa. Segundo a gestora, a troca de informação de ações realizadas pelos municípios, durante o pico da pandemia do novo coronavírus, para tentar combater a disseminação foi fundamental na área da vigilância socioassistencial.
 
“É dessa forma que mostramos o quanto produzimos, atendemos, trabalhamos pelo público da assistência social, que compreende as famílias em situação de vulnerabilidade social e extrema pobreza”, disse Margarida Rocha, que aproveitou para agradecer o acolhimento dado pela equipe técnica da Seas e também os conhecimentos passados aos municípios, que irão ajudar na qualidade do atendimento feito na ponta.
 
Segundo a secretária, Coari possui mais de 75 mil pessoas, conforme dados oficiais, mas já beira as 100 mil, o que faz com que, além do que o Suas oferece nos Cras (2) e Crea (1), o município financie vários projetos sociais, entre os quais, o ‘Mente Aberta’, com 150 adolescentes entre 14 e 17 anos, visando tirá-los do mundo da violência e criminalidade.
 
Qualificação profissional - Na avaliação do secretário de Assistência Social de Beruri, Rogério Leal, a oficina se traduziu numa qualificação profissional do Suas para os servidores municipais, que aprenderam na prática, acessando o sistema para tirar dúvidas com relação à legislação. “Com isso, vamos poder melhorar a qualidade dos serviços no interior”, mencionou o gestor, ressaltando que já fazia algum tempo que aguardava uma oficina como essa, com pessoas qualificadas.
 
Conforme Rogério Leal, com quase 20 mil habitantes, as demandas de Beruri são amplas em se tratando da vigilância socioassistencial. “Nesse período de pandemia da Covid, está sendo muito difícil para todos, haja vista que estamos lutando contra uma doença que não se conhece e o mundo inteiro ficou em pânico e em Beruri, não foi diferente”, enfatizou.
 
Experiência exitosa – Para a diretora do Departamento de Gestão do Suas (DGSuas/Seas), Lorena Barreto, trazer os municípios para o laboratório (sala Multiuso), na Seas, foi muito bom e ficar informado sobre o que está sendo feito na ponta, principalmente nesse período de pandemia, melhor ainda porque mostra que o trabalho do Suas no Amazonas está alinhado com os municípios.
 
“Na sala Multiuso, dotada de equipamentos de informática, os participantes da oficina receberam a parte prática, onde puderam acessar o sistema da Rede Suas e com isso, realizar balanço de dados, armazenamento de informações, entre outras atividades que fazem parte da vigilância socioassistencial”, informou Lorena Barreto, ressaltando que o objetivo é atender a demanda dos municípios.
 

A expectativa do DGSuas/ Seas é realizar a próxima oficina “Gestão do Suas”, em dezembro, para atender os municípios que não conseguiram participar desta vez. A oficina teve como objetivo o aprimoramento da gestão da Política de Assistência Social no Estado a partir da troca de conhecimentos e informações sobre o Sistema Único de Assistência Social (Suas), cujos conhecimentos irão auxiliar o planejamento e a execução das ações nos municípios. 

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença