Amazônia Brasília Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
05/12/2019 | 13:17 - Roraima / Energia

RR. Órgãos de defesa do consumidor participam de primeira oitiva da CPI da Energia

Isaias Amaral

Segundo o diretor do Procon Assembleia, Jhonatan Rodrigues, de janeiro a outubro deste ano, o órgão realizou 1.774 atendimentos relacionados à tarifa de energia. “Normalmente as reclamações dos consumidores referem-se ao crescimento abusivo da fatura de energia”, relatou.

 

Parlamentares questionaram as principais reclamações dos consumidores que procuram as instituições no Estado

Na primeira fase da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Energia, foram ouvidos representantes dos Procons da Assembleia Legislativa, Estadual, Municipal, e da Delegacia de Defesa do Consumidor do Estado. As testemunhas foram questionadas sobre as principais demandas que chegam aos órgãos e como é feita a mediação das reclamações dos consumidores junto à Roraima Energia.

As oitivas ocorreram na sala de reuniões da Assembleia Legislativa, na tarde desta quarta-feira (4), mediadas pela presidente da CPI da Energia, deputada Betânia Almeida (PV) e acompanhada dos deputados Gabriel Picanço (Republicanos), Lenir Rodrigues (Cidadania), Eder Lourinho (PTC) e Evangelista Siqueira (PT).

Entre as principais reclamações da população aos órgãos está o aumento exponencial do valor das faturas de energia, e sobre a troca de medidores de energia nas residências.

Segundo o diretor do Procon Assembleia, Jhonatan Rodrigues, de janeiro a outubro deste ano, o órgão realizou 1.774 atendimentos relacionados à tarifa de energia. “Normalmente as reclamações dos consumidores referem-se ao crescimento abusivo da fatura de energia”, relatou.

Segundo a presidente da CPI, Betânia Almeida, a comissão está colhendo informações que levarão a respostas sobre os serviços de energia à população. “O primeiro passo será diminuir essa conta de energia que é o que tem tirado o sono da população, em seguida daremos os demais passos até chegar em Jatapu, CERR e demais”, afirmou.

Para a relatora da CPI, Lenir Rodrigues, os depoimentos irão materializar a insatisfação da sociedade com relação a questão do fornecimento de energia no Estado. “Vamos continuar ouvindo testemunhas desses fatos, para poder ter um relatório preliminar e tomar as providências cabíveis dentro da CPI”.

A próxima oitiva está prevista para esta quinta-feira, dia 5, após a sessão parlamentar na Assembleia Legislativa de Roraima, quando outras duas testemunhas serão ouvidas. 

ALERR

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença