Amazônia Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
06/12/2019 | 21:09 - Roraima / Esporte

RR.Ex-ginasta da Seleção Brasileira enaltece programa da Assembleia Legislativa

H. Emiliano

Durante o evento, a ex-ginasta, que atualmente é técnica, disse que ministra cursos em vários lugares no Brasil, desde o interior até as capitais, e percebeu que há pouco incentivo nessa modalidade. “Não é fácil ver pelo Brasil apoio assim. Geralmente quem arca com os custos são os pais das crianças. Muitas crianças com talentos não têm condições. Então essas políticas públicas de investimento ao esporte são muito importantes, já que o esporte é tão importante na sociedade, e afasta das coisas ruins da vida”, avaliou.

 

Segundo Ana Paula Ribeiro, que já ministrou workshops em vários Estados, é raro encontrar iniciativas no país que ofertem a modalidade gratuitamente

 

Nesta semana, 18 ginastas do programa Abrindo Caminhos, da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), estão aprendendo técnicas com a ex-ginasta da Seleção Brasileira, Ana Paula Ribeiro. O evento chamado Clínica de Ginástica Rítmica 2019, iniciou nesta quinta-feira (5) e segue até sábado (7), promovido pela Federação Roraimense de Ginástica.

 

Durante o evento, a ex-ginasta, que atualmente é técnica, disse que ministra cursos em vários lugares no Brasil, desde o interior até as capitais, e percebeu que há pouco incentivo nessa modalidade. “Não é fácil ver pelo Brasil apoio assim. Geralmente quem arca com os custos são os pais das crianças. Muitas crianças com talentos não têm condições. Então essas políticas públicas de investimento ao esporte são muito importantes, já que o esporte é tão importante na sociedade, e afasta das coisas ruins da vida”, avaliou.

 

Ana Paula Ribeiro, de 30 anos, possui uma trajetória de 18 anos, com destaque nacional e internacional. Ela integrou a Seleção Brasileira por quatros ciclos olímpicos, de 2000 a 2016. Essa é a primeira vez que a profissional visita Roraima, e conta que a ideia é compartilhar as experiências vivenciadas. “Gosto muito de trabalhar com iniciação, e com alto rendimento. Também gosto de trabalhar com a base, pois vejo ali que é uma sementinha, o diamante sendo lapidado”, explicou.

 

Ao todo o evento contou com 55 participantes. Do programa Abrindo Caminhos estão participando 12 atletas da Capital, e seis do núcleo do Poder Legislativo de Alto Alegre. A adolescente Luany Ananias, de 12 anos, veio de longe para aprender as técnicas da modalidade. Ela treina há três anos no programa Abrindo Caminhos, no município de Alto Alegre. “Tô muito ansiosa, espero aprender várias coisas para conseguir um lugar no campeonato. O programa Abrindo Caminhos é muito bom, porque isso é o meu sonho, de fazer ginástica rítmica”, compartilhou.

 

Quem compartilha o mesmo sonho é a pequena Gabriela Ferreira, de 9 anos, que se interessou pela modalidade ao assistir vídeos pela televisão e internet. É a primeira vez que ela participa de um evento de aprimoramento técnico. “Tô aprendendo bastante. Tô amando muito”, disse a atleta que treina há quatro anos no programa Abrindo Caminhos em Boa Vista.

 

Para a professora de ginástica rítmica, Iraima Carvalho, as técnicas vão contribuir positivamente para a base das atletas que vão competir no próximo ano. “Elas estavam ansiosas para aprenderem, bem dispostas. Todas as crianças do Abrindo Caminhos querendo que chegasse esse dia do curso, para aprenderem e levarem essa experiência para as outras crianças”, disse.

 ALERR

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença