Brasília Cidades Ciência Cotidiano Cultura Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
01/10/2020 | 16:15 - Amazonas / Notícias

SES-AM e a Ebserh preparam ampliação dos serviços no Hospital Getúlio Vargas

Fotos: Gisele Rodrigues/ SES-AM

 
 
A ampliação dos serviços de saúde para a rede no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) foi discutida no final da tarde de quarta-feira (30/09), entre o secretário de Estado de Saúde (SES-AM), Marcellus Campêlo, e o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), general da reserva Oswaldo de Jesus Ferreira, que esteve na sede da secretaria.  
 
A visita do presidente da Ebserh ao Amazonas busca conhecer a realidade e acompanhar os serviços no hospital, que também integra a rede do Sistema Único de Saúde (SUS), no estado, com 200 leitos e formação de 27 cursos de residência médica. A instituição faz a gestão de 40 hospitais, incluindo o HUGV, em Manaus.
 
“Nós estamos muito felizes porque esse estreitamento com o HUGV vai permitir ampliar os serviços à população. O general conhece nossa realidade, sabe que atendemos não só a capital, como também o interior, e essa contratualização será fundamental para melhorar a assistência”, declarou o secretário Marcellus Campêlo.
 
Grupo de Trabalho - De acordo com o secretário da SES, um grupo de trabalho será criado para acelerar a contratualização, em parceria com a Ebserh. 
 
Nos próximos 30 dias, a equipe liderada pela secretária Executiva Adjunta de Políticas em Saúde da SES-AM, Nayara Maksoud, deve iniciar a proposta para inclusão de serviços de pediatria na área clínica, cirúrgica e hemodiálise; serviços de hemodinâmica (cardiovascular), exames de ressonância magnética, maternidade de alto risco e habilitação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto.  
 
Sobre a contratualização, o general Oswaldo de Jesus Ferreira ressaltou que, além de formar os novos profissionais de saúde, os hospitais precisam também prestar assistência à saúde da população de forma integral e de qualidade.  
 
“É um estabelecimento de responsabilidades. Os nossos hospitais são 100% SUS, todo o atendimento executado nele é algo que vem e é pago pelo SUS. Existem metas que são estabelecidas, no caso da regulação, nossos hospitais atuam na média e alta complexidade”, disse ele.  
 

Em 2012, foram iniciadas as obras da nova estrutura do HUGV. Dividida em duas etapas, teve sua primeira etapa inaugurada em 25 de novembro de 2016. O atendimento à população, na nova estrutura, iniciou em 13 de fevereiro de 2017.  

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2020 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença