Amazônia Brasília Cidades Ciência Cotidiano Economia Educação Energia Entretenimento ESPECIAL PUBLICITÁRIO
GALERIAS RÁDIO TV
notícias
13/01/2020 | 19:14 - Brasil / Polícia

Victor Chaves é condenado por agredir a mulher, que estava grávida

Caiua Franco/TV GLobo

Foi somada a pena o pagamento de R$ 20 mil por danos morais causados à vítima, que ele pague as custas do processo e ainda foi dado o benefício do ‘so surcis’, que suspende a pena por dois anos de forma condicional.

 

O cantor Victor Chaves, da extinta dupla Victor e Léo, foi condenado em primeira instância por agredir à mulher em 2017. 

Segundo informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, ele foi condenado a cumprir pena de 18 dias de prisão no regime aberto. O cumprimento foi fixado para o dia 29 de novembro. Ele recorreu da decisão na última semana e o caso seguiu para o Ministério Público de Minas Gerais.

Foi somada a pena o pagamento de R$ 20 mil por danos morais causados à vítima, que ele pague as custas do processo e ainda foi dado o benefício do ‘so surcis’, que suspende a pena por dois anos de forma condicional.

À época, Poliana Bagatini Chaves registrou um boletim de ocorrência contra o cantor sob a acusação dele a ter agredido. Ela relatou que o fato ocorreu no prédio que moravam, no bairro Luxembrugo, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Os relatos dão conta que ela foi jogada no chão e recebeu alguns chutes. Bagatini estava grávida do segundo filho do ex-casal. Vídeos chegaram a ser divulgados e foram usados no processo.

O cantor foi indiciado pela Polícia Civil de Minas em 2017 e desde então se afastou da mídia e do trabalho com Léo. Na época ele era apresentador do ‘The Voice Kids’, da TV Globo. A assessoria do cantor não se manisfestou sobre o assunto.

Yahoo

deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

* Seu e-mail não será publicado

Mensagem:
Acompanhe nas redes sociais

© 2006 - 2019 Roteiro Amazônico. Todos os direitos reservados.

sob liçença